13 de nov de 2015

“Parada” na Lua pode facilitar a viagem de ida do homem à Marte




A viagem de ida à Marte pode não precisar de uma nave com o tanque completamente cheio. Estudos sugerem que uma parada na Lua diminuiria o peso da viagem em até 68%. Baseados em cálculos, astrônomos determinaram a rota até o planeta vermelho e começaram a pensar em métodos para minimizar a massa a ser lançada para fora da atmosfera terrestre.

Assumindo que a tecnologia tenha avançado até o dia da missão à Marte, estudos anteriores veem o solo lunar e a água congelada em algumas crateras como possíveis fontes de combustível. Lançar a equipe com tanques preenchidos com apenas o necessário para levá-la até a órbita da Terra seria o caminho mais eficiente, onde ela pararia em uma estação da Lua apenas para encher o tanque antes de, por fim, ir para Marte.

Oliver Deck, professor de aeronáutica, astronáutica e engenharia de sistemas no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), diz que o plano vai contra a rota mais direta da NASA.

"Isso vai contra a sabedoria popular de como ir à Marte, que é um tiro direto para lá, carregando tudo com você." Disse Weck. "A ideia de fazer um desvio para a Lua não é muito intuitivo. No entanto, o desvio poderia ser econômico a longo prazo, porque não seria preciso enviar tudo da Terra."

Os resultados foram baseados na tese de PhD do pesquisador Takuto Ishimatsu  e que foram publicados no Journal of Spacecraft and Rockets.

Nenhum comentário:

Postar um comentário