2 de abr de 2012

Observatório Nacional desenvolve equipamento de alta precisão para detectar minério e petróleo

Observatório Nacional


O Laboratório de Desenvolvimento de Sensores Magnéticos do Observatório Nacional (LDSM/ON) concluiu a construção de um magnetômetro fluxgate especialmente desenvolvido para uma empresa que realiza trabalhos de prospecção mineral. O equipamento tem como diferencial um sensor de alta precisão para realizar medidas do campo magnético e com uma relação sinal/ruído muito baixa. Destinado a fazer prospecção geofísica, este instrumento contribui para a localização de minério e petróleo por meio da análise das medidas realizadas do campo magnético da Terra em locais previamente determinados.

Graças ao elemento sensor – elaborado com uma liga de material magneticamente amorfo, composta de cobalto, ferro, silício e boro –, este magnetômetro é capaz de realizar medidas em campos de baixa intensidade de fluxo magnético com precisão semelhante a dos melhores instrumentos importados. Além da alta qualidade, tem a vantagem de eliminar as despesas de importação, reduzir custos de produção e permitir ao país ter domínio de uma tecnologia de ponta, abrindo as portas para a exportação.

O sistema sensor deste magnetômetro foi desenvolvido pelo geofísico Luiz Benyosef, coordenador do LSDM/ON, e o circuito eletrônico foi elaborado pelo pesquisador André Wiermann, com apoio do técnico José Roberto Carvalho. Em um magnetômetro fluxgate, o sensor capta o campo magnético, ou as suas variações, e o circuito eletrônico modifica o sinal do sensor, permitindo a avaliação precisa do campo que está sendo medido.

Os magnetômetros desenvolvidos no LDSM/ON consomem pouca energia, o que favorece sua utilização em trabalhos de longa duração e em condições especiais de operação. Outra vantagem destacada pelo coordenador do Laboratório, é que os equipamentos são desenvolvidos individualmente para atender necessidades específicas. “Dependendo da aplicação, nossos magnetômetros, incluindo sensor e eletrônica, são construídos com diferentes geometrias, dimensões, peso e precisão”, destaca Benyosef.

Saiba mais

O magnetômetro é um instrumento vetorial que, uma vez alinhado com a direção de uma fonte de campo magnético, permite avaliá-lo. Este tipo de instrumento tem uso também em diferentes áreas da vida civil como instrumento de navegação. Pela possibilidade de ser construído em pequenas dimensões e por ter baixo consumo de energia, é amplamente utilizado nos satélites científicos para medir o campo magnético da Terra ou de outros planetas. Na área militar, é usado nos mísseis teleguiados ou para detectar minas subterrâneas, por exemplo. Por suas características vetoriais, o magnetômetro fluxgate triaxial, como o modelo desenvolvido para a empresa de mineração, permite fazer uma avaliação espacial do campo magnético.








Nenhum comentário:

Postar um comentário