15 de ago de 2012

Estudante da Lituânia vence a Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica


A solenidade de entrega das medalhas foi realizada no campus do
Observatório Nacional/MAST, nesta segunda-feira, dia 13 de agosto



O diretor do Observatório Nacional, Sergio Luiz Fontes, a diretora do MAST, Maria Margaret Lopes, o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Glaucius Oliva, a presidente do comitê local da IOAA, Thais Mothé-Diniz, e o presidente da IOAA, Chatief Kunjaya, durante a execução do Hino Nacional Brasileiro.


A 6ª Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA), primeira olimpíada científica de nível mundial realizada em solo brasileiro, terminou nesta segunda-feira, dia 13 de agosto. A cerimônia de encerramento foi realizada no campus do Observatório Nacional (ON) e do Museu de Astronomia (MAST), em São Cristóvão, Rio de Janeiro.



Em seu discurso, o diretor do Observatório Nacional, Sergio Luiz Fontes, 
destacou a importância dos estudantes para o avanço da ciência.


O primeiro lugar da IOAA 2012 ficou com o estudante da Lituânia Montiejus Valiunas, que também levou o troféu de “melhor análise de dados” e o título de “campeão absoluto” da competição. O prêmio de melhor equipe ficou com a China. O Brasil conquistou duas medalhas de prata, uma de bronze e seis menções honrosas. 


O estudante Montiejus Valiunas, da Lituânia, é premiado “campeão absoluto” da 6ª IOAA

As provas da 6ª IOAA aconteceram na cidade de Vassouras, a 120 quilômetros do Rio de Janeiro. Realizada em parceria por 11 instituições, entre elas o Observatório Nacional, a IOAA reúne alunos de ensino médio, entre 14 e 18 anos. Ao todo, participaram da competição cerca de 160 estudantes, representando 27 países. 

A próxima edição da Olimpíada acontece em Volos, na Grécia, de 25 de julho a 5 de agosto de 2013.







Nenhum comentário:

Postar um comentário