20 de mar de 2014

Astrônomos descobrem "Guerra de Cometas", prestes a começar no espaço




Um grupo de astrônomos no Chile conseguiu detectar uma verdadeira batalha cósmica, graças ao poderoso telescópio ALMA, localizado no deserto do Atacama. Segundo o artigo publicado pela revista Science, a guerra deve ocorrer próximo à estrela Beta Pictoris, na constelação de Pictor, mais ou menos a 63 anos luz da Terra. O movimento dos cometas em sua proximidade se assemelha a um jogo de bilhar, mas as consequências prometem ser catastróficas.

Os cometas que atravessam o espaço possuem grande concentração de monóxido de carbono, além de outros gases em seu interior gelado. Ao chocar-se com outros objetos, liberam seus gases, distribuindo-os de maneira uniforme. A Beta Pictoris, que pode ser vista a olho nu, é um modelo de sistema planetário jovem: abriga um planeta que orbita a 1.200 milhões de quilômetros, cercada por um grande disco de poeira cósmica.

Observações mais recentes demonstram que esse disco encontra-se repleto de monóxido de carbono, uma indicação de que o sistema planetário poderia se transformar em habitável. Uma guerra de cometas seria, na verdade, a melhor forma de fornecer água aos planetas, condição essencial para o desenvolvimento de qualquer forma de vida orgânica.

“Para produzir a quantidade de monóxido de carbono que temos observado, o ritmo das colisões deve ser grande, uma a cada cinco minutos, pelo menos”, assegurou Aki Roberge, astrônomo do Centro de Pesquisas Goddard da NASA, coautor do artigo.


Matéria original: clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário