13 de dez de 2012

Nasa localiza água congelada em Mercúrio



Gelo descoberto pela sonda Messenger está "aprisionado" em crateras nos polos

DE SÃO PAULO



A sonda Messenger, da Nasa, confirmou o que há muito já se especulava: Mercúrio, o planeta mais próximo do Sol, tem água congelada "aprisionada" em crateras localizadas em seus polos.

A temperatura em certas regiões de Mercúrio ultrapassa os 400°C, quente o suficiente para derreter chumbo.

Mercúrio seria, então, um ambiente improvável para achar gelo, não fosse por um detalhe: seu eixo de rotação.

A pouca inclinação do planeta acaba fazendo com que algumas regiões em seus polos nunca vejam a luz solar, possuindo temperaturas extremamente baixas.

A presença de água congela em Mercúrio é sustentada por três trabalhos diferentes publicados na versão online da revista "Science".

A sonda, que em 2011 se tornou a primeira a orbitar Mercúrio, também localizou compostos orgânicos.

"[A mistura de compostos orgânicos] provavelmente foi levada até Mercúrio pelo impacto de cometas e asteroides ricos em compostos voláteis, os mesmos objetos que provavelmente levaram a água até o planeta", comentou David Paige, autor principal de um dos trabalhos e pesquisador da Universidade da Califórnia em Davis.


Os cientistas sugerem que, quando esses corpos gelados atingiram Mercúrio, passaram por repetidos processos de vaporização e precipitação, migrando por fim para os polos mais frios, onde ficaram presos nas crateras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário