10 de set de 2010

Estudo sugere molécula orgânica em Marte

Folha de São Paulo - 07/09/2010

Gases encontrados por sonda da Nasa tinham temperaturas plausíveis para micróbios.


Astrônomo Carl Sagan com modelo da sonda Viking nos EUA
DO "NEW YORK TIMES"

A missão Viking, da Nasa, que levou duas naves não tripuladas a Marte em 1976, teve uma decepção: não encontrou moléculas de carbono que poderiam servir como blocos de construção da vida naquele planeta.

Agora, alguns cientistas dizem que essa conclusão foi prematura e, talvez, incorreta. Eles sugerem que moléculas orgânicas -embora não venham necessariamente de organismos vivos- estavam no solo, mas foram destruídas antes que pudessem ser detectadas pelas sondas.

Rafael Navarro-González, da Universidade Nacional Autônoma do México e principal autor do estudo, que será publicado no "Journal of Geophysical Research -Planets", disse que ainda não é possível afirmar que há vida em Marte. "Isso nos dá uma grande possibilidade, mas ainda não sabemos", afirma.

Para Gilbert Levin, veterano em pesquisas sobre Marte, reações não biológicas podem liberar gases como os que foram detectados pela sonda Viking em seus experimentos. Mas as temperaturas da produção de gases, diz ele, só poderiam ser explicadas pela ação de micróbios.

Respostas definitivas podem vir com o Mars Science Laboratory, sonda que chega ao planeta em 2012.


Nenhum comentário:

Postar um comentário