2 de out de 2014

Cientistas gravam o som do Sol convertendo dados de seu campo magnético em áudio


Um programa que converte dados astronômicos em som está proporcionando aos pesquisadores, literalmente, obter informações ardentes do Sol. No Goddard Space Flight Center da NASA, o doutorando Robert Alexander, da Universidade de Michigan, escuta arquivos de áudio montados a partir de dados de satélite. A sonda espacial Wind, registra mudanças no campo magnético da nossa estrela, que são transformados em som.

O processo funciona mais ou menos assim: quando uma pessoa canta em um microfone, são detectas alterações na pressão e o aparelho converte esses sinais de intensidade magnética em um sinal eléctrico. Os sinais eléctricos são armazenados em um dispositivo de gravação. Magnetômetros da nave Wind medem as mudanças do campo magnético solar, criando diretamente algo similar a um sinal elétrico. Alexander desenvolveu um programa de computador que “traduz” esses dados em um arquivo de áudio. O som produzido é, principalmente, o ruído branco - um tipo de ruído produzido pela combinação simultânea de sons de todas as frequências. Mas, quando há algo anômalo, Alexander pode identificar onde isso ocorreu no arquivo.

O pesquisador não é o único que está usando este processo. Na verdade, ele está disponibilizando esses dados para outros físicos que estudam o Sol.

Escute o áudio:



Matéria original: clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário