14 de jun de 2012

Ministro visita estande do Observatório Nacional na Rio+20

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, visitou o estande do Observatório Nacional na Rio+20 nesta quarta-feira, dia 13, primeiro dia do evento.

Na abertura do Espaço Popularização da Ciência, no Armazém 4 do Cais do Porto, os experimentos em geomagnetismo apresentados pelo ON fizeram sucesso e atraíram o público.

Em exposição até sexta-feira, dia 15, os experimentos educativos permitem ao visitante compreender as principais características do campo geomagnético, onde ele é formado e como ele se apresenta na superfície da Terra. Por meio dos experimentos, é possível também entender porque a hipótese de que o campo seria formado por um imã no centro da Terra foi abandonada em favor da teoria do geodínamo.

O campo magnético da Terra é uma forma de manifestação de energia em torno de um corpo magnetizado ou de um condutor de corrente elétrica. Sua principal fonte são as correntes elétricas que fluem no núcleo externo da Terra. Este campo gerado no núcleo pode ser detectado em todo o planeta, e fora dele também, funcionando como um escudo que protege a Terra da radiação solar.

O estande do ON pode ser visitado até sexta-feira, dia 15, das 9 às 19 horas, 
no Armazém 4 do Cais do Porto, pela entrada 1B.


Ministro de CT&I, Marco Antonio Raupp, visita-estande do ON
 
Diretor do ON, Sergio Fontes, visita exposição na Rio+20


Expositor do ON explica o campo magnético da Terra a estudantes de ensino fundamental


Expositor do ON explica o campo magnético da Terra aos visitantes

 
Expositor do ON explica teoria do eletroimã aos estudantes


Estudantes acompanham a explicação sobre a origem do campo magnético da Terra







Nenhum comentário:

Postar um comentário