9 de nov de 2011

Asteroide passa a curta distância da Terra sem incidentes

Redação do Site Inovação Tecnológica

O asteroide 2005 YU55, que passou a uma distância menor do que a distância entre a Terra e a Lua, tem cerca de 400 metros de diâmetro.[Imagem: NASA]

Passou perto

A NASA confirmou a passagem sem incidentes do asteroide 2005 YU55, a uma distância de 325 mil km da Terra.

Este é um marco em termos de um evento monitorado deste tipo, para uma rocha deste tamanho, algo que só está previsto para acontecer novamente em 2028.

Um evento não-monitorado ocorreu em Fevereiro deste ano, quando o pequeno 2011 CQ1 passou a meros 5,5 mil km sobre o Oceano Pacífico.

A grande diferença é que, enquanto o 2011 CQ1 tinha apenas 1 metro de diâmetro, o 2005 YU55, que passou a uma distância menor do que a distância entre a Terra e a Lua, tem cerca de 400 metros de diâmetro.

As imagens de radar coletadas durante a passagem permitiram medições mais precisas não apenas de suas dimensões, mas também de sua estrutura, com uma resolução de 2 metros por pixel.

A NASA ainda não revelou detalhes destas novas medições.

Cratera ou tsunami

No caso de um choque com a Terra, calcula-se que um asteroide com essas dimensões possa causar uma cratera de 6,5 km de diâmetro e mais de 500 metros de profundidade.

Se caísse no mar, os dados indicam um tsunami com ondas de 20 metros de altura - o tsunami que atingiu o Japão em Março deste ano atingiu um pico de 37,9 metros de altura.

Segundo a NASA, o evento foi valioso para o estudo do asteroide, que não gerou nenhuma influência mensurável sobre a Terra, nem mesmo efeitos gravitacionais sobre as placas tectônicas.

Entenda os termos

Asteroides são corpos rochosos "inativos", circulando em órbita ao redor do Sol - provavelmente resquícios da era de formação dos planetas.

Meteoroides são rochas menores, geralmente pequenas partículas resultantes de colisões ou esfacelamentos de asteroides ou cometas.

Meteoro é o fenômeno luminoso que ocorre quando um meteoroide entra na atmosfera, vaporizando-se com o calor. O fenômeno também é chamado de "estrela cadente".

Meteorito é um meteoroide que sobrevive à entrada na atmosfera da Terra, caindo na superfície como uma rocha muito densa. Embora haja vários tipos de meteoritos, os mais comuns são formados por ferro e níquel.

Cometa é um corpo celeste geralmente ativo, cujo gelo se vaporiza pelo calor do Sol, formando uma "atmosfera" (coma) de gás e poeira e, algumas vezes, uma cauda.




Nenhum comentário:

Postar um comentário