3 de nov de 2011

Asteroide se aproxima da Terra mas não traz riscos ao planeta

Observatório Nacional

Um asteroide passará próximo da Terra na terça-feira, dia 8. O objeto, cuja denominação provisória é 2005YU55, passará a cerca de 324 mil quilômetros – 85% da distância entre a Terra e a Lua. Identificado em 2005, o asteroide tem 400 metros de diâmetro e está no nível zero da “Escala de Torino” – uma escala que vai até 10 na classificação da periculosidade de asteroides e cometas em órbitas próximas da Terra.

O asteroide 2005YU55 leva cerca de um ano e dois meses para completar sua evolução em torno do Sol, mas não havia passado tão perto da Terra anteriormente. Apesar do tamanho e da distância, o objeto não é visível a olho nu, não oferece riscos de colisão nem qualquer efeito sobre o planeta, explica a pesquisadora Daniela Lazzaro, do Observatório Nacional.

A pesquisadora informa que essa proximidade não é razão para preocupações e que no último dia 28 de outubro, um outro asteroide, de menor porte, esteve ainda mais perto, a 153 mil quilômetros ou 40% da distância entre a Terra e a Lua.


Saiba mais

Asteroides são pequenos corpos rochosos e metálicos espalhados na região interna do Sistema Solar, situados entre 1 e 5 Unidades Astronômicas – cada UA equivale a 150 milhões de quilômetros, que representa a distância média entre a Terra e o Sol). São chamados de objetos primordiais porque preservam materiais dos estágios finais de formação do Sistema Solar. Atualmente estão catalogados mais de 500 mil deles, mas há um elevado número de asteroides que ainda não foram descobertos, inclusive em órbitas que chegam a cruzar ou se aproximar muito da Terra.




Nenhum comentário:

Postar um comentário