7 de mar de 2012

O coração da Via Láctea, para o dia dos Namorados (Valentine’s Day)

ESO

Em tempo para o dia dos Namorados (Valentine’s Day – 14 de fevereiro) o fotógrafo Julien Girard oferece um exemplo "sincero" nesta imagem.


Um símbolo rosa brilhante de amor parece flutuar, etéreo, contra o pano de fundo do céu noturno, sobre o Observatório Paranal, do European Southern Observatory ( ESO), no norte do Chile. Girard colocou o coração no ar, acendendo a pequena lanterna de um chaveiro junto com a câmera, durante uma exposição de 25 segundos, e utilizando um tripé.

A região central da Via Láctea aparece no meio do coração, com o plano da nossa Galáxia com estiramentos em toda a imagem. As estrelas da constelação de Corona Australis (Coroa Sul) formam um arco brilhante de jóias na parte superior do lóbulo esquerdo do coração. O brilho difuso, à esquerda do ponto mais baixo do coração, é luz zodiacal, causada pela dispersão da luz do Sol pelas partículas de poeira no Sistema Solar.

No horizonte distante, à direita, no topo do Cerro Paranal, as silhuetas dos grandes telescópios (Very Large Telescope - VLT) de 8,2 metros, do ESO, se destacam. À esquerda dos telescópios, as luzes de um carro, descendo na estrada da plataforma do Observatório, podem ser vistas.

Julien Girard é um astrônomo do ESO, baseado no Chile, que trabalha na MLV. Ele é o cientista de instrumento, para o instrumento de óptica adaptativa NACO da MLV, unidade telescópio 4. Esta fotografia foi submetida ao Your ESO Pictures Flickr group e foi a escolhida como a imagem de ESO da semana.
Crédito: ESO/J. Girard



Nenhum comentário:

Postar um comentário