3 de mai de 2012

Agência Espacial Europeia encomenda sonda para estudar o Sol

Redação do Site Inovação Tecnológica 
O Orbitador Solar será lançado em 2017 para estudar a conexão entre o Sol e a heliosfera, uma gigantesca bolha no espaço que se estende além do Sistema Solar.[Imagem: ESA/AOES] 

Orbitador Solar 

A ESA (Agência Espacial Europeia) assinou o contrato de construção da sua nova sonda de estudos do Sol. 

O Orbitador Solar (Solar Orbiter) irá investigar como o Sol cria e controla sua heliosfera, a atmosfera alargada do Sol. 

Seu lançamento está previsto para 2017. 

A empresa Astrium UK vai liderar uma equipe de empresas europeias que irão fornecer várias partes da sonda espacial. O contrato tem o valor de cerca de €300 milhões. 

Além disso, dez instrumentos científicos serão financiados pelos países membros da ESA e pelos Estados Unidos, e desenvolvidos por equipes lideradas por pesquisadores da Bélgica, França, Alemanha, Itália, Espanha, Suíça, Reino Unido e EUA. 

O Orbitador Solar vem na linha de uma série de sondas exploradoras europeias, incluindo o Helios 1 e 2, o Ulysses e o SOHO, todos em parceria com a NASA, assim como o explorador da ESA Proba-2. 

Pólos do Sol 

A sonda Orbitador Solar irá investigar as ligações e a conexão entre o Sol e a heliosfera, uma enorme bolha no espaço criada pelo vento solar, que se estende muito para além do nosso sistema solar. 

É através deste vento que a atividade solar dá origem a auroras e pode interromper as comunicações por satélite. 

Para obter um close do Sol e observar o vento solar antes de este sofrer perturbações, o Orbitador Solar vai aproximar-se a uma distância de 45 milhões de quilômetros do Sol, mais perto do que está Mercúrio. 

Pela primeira vez serão fotografados os pólos do Sol, em busca de explicações sobre como nossa estrela gera seu campo magnético. 

A missão Orbitador Solar é liderada pela ESA com a participação da NASA, que contribuirá com o foguete lançador, um instrumento e um sensor.



Nenhum comentário:

Postar um comentário