8 de jul de 2011

Aconteceu em 8 de julho de 1947

O jornal norte-americano Roswell Daily Record, de Roswell, New Mexico, Estados Unidos, publicou nessa data a notícia de que militares da força aérea norte-americana sediados nesta região haviam capturado um “disco voador” em um rancho ali situado. Um comunicado liberado pelos militares para a imprensa deu início a toda essa confusão. No comunicado os militares diziam ter recuperado um “flying disc” (disco voador) que havia caído em um rancho perto de Roswell. Mais tarde, no mesmo dia, o comando militar anunciou que o objeto recuperado era, na verdade, um balão meteorológico e não um “disco voador”. O caso ficou esquecido por quase 30 anos, mas em 1978 o major Jesse Marcel, que havia participado da operação de recuperação do balão em 1947, declarou em uma entrevista a um “ufólogo” que acreditava que os militares estavam escondendo a recuperação de uma espaçonave alienígena. A partir dai surgiu o chamado “Incidente Roswell”, uma delícia para os adoradores de discos voadores, que perdura até hoje. Em 1990 a Força Aérea norte-americana declarou que os restos recolhidos em Roswell pertenciam a um projeto ultra-secreto, chamado Project Mogul, que usava conjuntos de balões transportando microfones e rádio transmissores com o objetivo de detectar mísseis balísticos e testes nucleares soviéticos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário