10 de out de 2011

Chuva de meteoros

iG

Fenômeno foi provocado pelo cometa Giacobini–Zinner

Na noite de sábado (8) aconteceu o pico da chuva de meteoros Draconídeas na Terra. O fenômeno foi provocado pelo cometa 21P/Giacobini–Zinner que estava em bastante decomposição, o que gera, de acordo com previsão da Nasa, uma chuva de até 750 meteoros por hora. Mas o fenômeno só teve boa visualização em regiões próximas ao Pólo Norte.

Para fazer uma comparação sobre a intensidade do fenômeno, a última chuva de meteoros Perseidas teve entre 20 a 30 meteoros por hora.

João Paulo Delicato, diretor do Planetário de São Paulo, explica que o fenômeno não tem boa visualização no Brasil, pois a chuva de meteoros tem a constelação de Dragão como radiante – local de onde o fenômeno parece surgir - , que é pouco vista no Hemisfério Sul.

Aproximadamente a cada seis anos e meio, o cometa 21P/Giacobini-Zinner completa uma órbita ao redor do Sol e em seu percurso deixa um rastro de pó, que com o tempo forma uma rede de filamentos com os quais a Terra se encontra sempre no início de outubro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário