4 de out de 2011

Nobel de Física vai para descoberta da expansão acelerada do universo

Veja - Ciência
Cosmologia

Laureados analisaram explosões de estrelas distantes para descobrir que o universo, ao contrário do que se acreditava, está em expansão acelerada.

De acordo com os laureados, o universo está em expansão acelerada (Detlev van Ravenswaay/Science Photo Library/Latinstock)


A Academia Real Sueca de Ciências anunciou na manhã de terça-feira que o Prêmio Nobel de Física de 2011 será dividido entre três cosmólogos: os americanos Saul Permutter e Adam Riess e o australiano-americano Brian Schmidt. Os três descobriram que o universo está em expansão acelerada por meio de observações de explosões estelares distantes, também conhecidas por supernovas.

__________________________


Saiba mais
 COSMOLOGIA
Cosmologia é uma área da astronomia que estuda a origem, estrutura e evolução do universo. A teoria do Big Bang, por exemplo, é amplamente discutida por cosmólogos.

SUPERNOVA
Supernova é o nome dado à explosão de estrelas com dez vezes (ou mais) a massa do Sol. É um evento raro, ocorrendo a cada 50 anos na Via Láctea. Uma supernova pode ser tão brilhante quanto uma galáxia, mas com o passar do tempo a luminosidade diminui até ela se tornar invisível. O processo todo geralmente ocorre em semanas ou meses. Durante a explosão, cerca de 90% da massa estelar é expulsa. Por causa do brilho intenso, são comumente usadas como pontos de referência no universo para cálculo de distância entre os corpos.
__________________________

Em 1998, dois grupos independentes, um liderado por Permutter e outro por Schmidt, com participação de Riess, descobriram que a luz emitida durante a explosão de estrelas tão pesadas quanto o Sol, mas tão pequenas quanto a Terra, estava chegando ao planeta mais fraca do que o esperado. Essas explosões são chamadas supernovas e os cientistas descobriram mais de 50 com a mesma característica. Era um sinal de que a expansão do Universo estava acelerando.

Por mais de 100 anos, grande parte da comunidade científica acredita que o universo está em expansão por causa do Big Bang, há 14 bilhões de anos. A descoberta de que o universo estaria acelerando, contudo, é surpreendente.

De acordo com as fórmulas da física clássica, o universo deveria estar desacelerando, à medida que os anos se passam e a explosão do Big Bang perde força. Atualmente, os cosmólogos propõem que a aceleração é causada pela energia escura, uma força desconhecida da natureza. O que se sabe é que a energia escura constitui três quartos do universo.

Os vencedores do Prêmio Nobel de Física de 2011
Saul Perlmutter nasceu em 1959 na cidade de Champaign-Urbana, em Illinois, EUA. É doutor pela Universidade da Califórnia e chefe do Supernova Cosmology Project, nos EUA.

Saul PerlmutterBrian P. Shcmidt é cidadão americano e australiano. Nasceu em 1967 na cidade de Missoula, Montana, EUA. Doutor pela Universidade de Harvard, EUA, e chefe do High-z Supernova Search Team na Universidade Nacional Australiana.

Brian P. SchmidtAdam G. Riess nasceu em Washington, EUA. É doutor pela Universidade de Harvard e professor de astronomia na Universidade de Johns Hopkins e no Space Telescope Science Institute, ambos nos EUA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário